Rotary RJ Ilha do Governador

O Rotary Faz a Diferença

Eventos

warning: Creating default object from empty value in /home/rotaryil/public_html/modules/taxonomy.module on line 1227.

Já está disponível o Boletim Semanal N° 12 do período 2010-2011.

Caso não consiga ler o boletim, clique aqui e visualize em texto corrido.

Enviado por Luiz Carlos em Dom, 03/10/2010 - 21:24 , em

Notícias do Rotary International, de 29 de setembro de 2010  nos oferece interessante matéria sobre a imagem pública dos clubes rotários pela exposição de atividades e projetos que são realizados. Veja a matéria completa, a seguir.

 

 

 

O Rotary Club de Malone, EUA, financia projetos por meio de uma macarronada. (Foto cortesia de Martha Weaver)
 

 Os Rotary Clubs de Churchland-Portsmouth e Portsmouth, EUA, organizam um churrasco todo ano, o que torna o clube conhecido na comunidade. (Foto cortesia de Bill Pollard.)
 

O Rotary Club de Greater Lake Charles, EUA, realiza um leilão todo ano, angariando dinheiro para bolsas de estudo em universidades locais e para a Fundação Rotária. Nos últimos 20 anos, o leilão tem sido a atividade que define o clube em sua comunidade.

O Rotary Club de Malone, EUA, ficou conhecido por suas macarronadas. “Os residentes locais sempre compareceram em peso e o apoio comercial tem sido significativo”, observa Martha Weaver, associada do clube. “Mais de uma vez, ficamos sem molho de espaguete.”

Para o Rotary Club de Calcutta Uptown, Índia, projetos de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária têm permitido marcar sua presença nas áreas rurais da região de Bengala, ajudando a fornecer cuidados oftalmológicos, centros de informática para jovens, e sistemas de saneamento básico.

Desenvolver atividades que são visíveis na comunidade e repetidas periodicamente ajudam a melhorar a imagem pública do clube a compreensão do que é o Rotary, uma das prioridades do Plano Estratégico do RI. O vice-presidente do RI, Thomas M. Thorfinnson, recentemente moderou uma discussão no grupo oficial LinkedIn do Rotary International para incentivar os clubes a promover suas atividades e trocar ideias com rotarianos.

Os diretores do RI serão moderadores de mais discussões nas próximas semanas, oferecendo aos clubes uma oportunidade para falarem sobre o que têm feito em apoio ao Plano Estratégico do RI. Participe da discussão no LinkedIn.

"Pesquisas com rotarianos têm tornado claro para o Conselho Diretor que a grande maioria dos rotarianos querem ser conhecidos pelo bem que fazem. Atividades ou projetos que colocam o clube em destaque e são repetidas periodicamente são uma ótima maneira de fazer isso acontecer", diz Thorfinnson.

Mark Meyers, do Rotary Club de Croydon South, Inglaterra, disse no LinkedIn que o seu clube é conhecido pelos projetos de caridade no Natal. "Nós saímos com um trailer tocando músicas natalinas. Papai Noel estimula as pessoas a sair de suas casas e cumprimentar seus vizinhos, enquanto os associados do clube circulam, pedindo doações."

O Rotary Club de Strongsville, EUA, é conhecido por suas excursões a campos de golfe realizadas em meados do inverno - com gelo, neve e tudo - diz o rotariano Joseph Dzurilla. O Rotary Club de Delhi Vasant Valley, Índia, aumenta a conscientização sobre o Rotary montando postos de doação de sangue.

Os Rotary Clubs de Churchland-Portsmouth e Portsmouth, EUA, organizam um churrasco, repleto com comida, bebidas e entretenimento ao vivo. De acordo com Bill Pollard, associado do clube Churchland-Portsmouth, em torno de 3.000 pessoas comparecem ao evento, e o rendimento líquido de cerca de 10.000 dólares é usado para apoiar projetos e programas locais.

Como o seu clube ajuda a apoiar as metas do Plano Estratégico? Participe da discussão no LinkedIn.

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 30/09/2010 - 14:13 , em

Conforme habitualmente acontece, a última terça-feira de cada mês é reservada pelo Rotary RJ Ilha do Governador para realização de sua Reunião Festiva, quando se encontram familiares e são prestadas homenagens a personalidades insulanas. A reunião do mês de Setembro foi em homenagem aos idosos, pela comemoração do Dia do Idoso, a 27 de setembro. Também foram homenageados profissionais de destaque na Ilha do Governador, por seus exemplares desempenhos nas atividades que desenvolvem. 

O idoso fruto da homenagem do clube, representando todos os idosos residentes na Ilha do Governador, foi o Sr. José Borges. Borges, com seus 95 anos bem vividos, ainda tem disposição não comum para pessoas de sua idade. Realiza suas caminhadas, brinca, se diverte, e diz que ainda tem uma cabeça muito boa para debater assuntos de interesse da sociedade, o que ficou comprovado ao longo se suas conversas com diversos presentes à reunião, sempre demonstrando entusiasmo e bom humor. Borges foi mecânico na antiga Fábrica de Máscaras, em Bonsucesso - RJ, à época da Segunda Guerra Mundial.

Os profissionais homenageados foram Marcelo Guimarães e Ana Maria Ribeiro. O primeiro, filho de nosso ex-Companheiro Oto Salino Guimarães, afastado do clube por motivos de saúde.

Marcelo desempenha as funções de Contador, em seu escritório na Ilha do Governador, sendo seu escritório o responsável pela contabilidade do clube há muitos anos. Marcelo foi homenageado pelo Dia do Contador, ocorrido em 17 de Setembro.

Ana Maria Ribeiro, secretária na Ordem dos Advogados do Brasil - OAB - Seccional da Ilha do Governador, foi homenageada pelo Dia da Secretária, comemorado em 30 de Setembro. Ana além de suas atribuições na OAB, empresta suas habilidades de secretária ao Clube. Sua presença no evento não foi possível, por motivos de saúde.

Os homenageados foram agraciados pelo presidente do clube, Companheiro Sérgio Fabri, com belo diploma alusivo aos eventos comemorados, tendo o Sr. José Borges recebido do clube uma garrafa de vinho francês, já que afirma tomar diariamente sua taça de vinho para mantê-lo em forma. Sigamos o exemplo.

Ainda durante a reunião o Companheiro Luiz Carlos Dias leu mensagem pelo Dia do Idoso.

Cumpridas as formalidades rotárias, a reunião foi encerrada, dando-se sequência ao já tradicional "Parabéns", em homenagem aos aniversariantes do mês e aos homenageados durante a Reunião Festiva.

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 30/09/2010 - 12:10 , em

O Rotary Club RJ Guanabara, antenado nos acontecimentos da comunidade e do mundo, instituiu homenagem que já completa seis anos de realização, para enaltecer todo aquele que, ao completar sessenta anos, não se entrega ao peso da idade, mas sim, continua completa e feliz possível, sendo útil à sua família, aos seus semelhantes ou à sociedade de uma forma geral. Porque, quem tem o privilégio de chegar à terceira idade exercendo a sua capacidade física e mental em prol da humanidade, é um vencedor. Por este motivo é que conscientemente, o Rotary Club RJ Guanabara diz aos homenageados "Vocês Valem Ouro". O evento ocorre tradicionalmente em Reunião Festiva do Clube, realizada na última reunião do mês de Setembro.

No corrente ano, a associada honorária do Rotary RJ Ilha do Governador e Secretárai da Casa da Amizade da Família Rotária da Cidade do Rio de Janeiro, Helenice Antonio Dias, esposa do Companheiro Luiz Carlos Dias, foi agraciada com o "Você Vale Ouro", por seu trabalho realizado principalmete na Casa da Amizade e também nos bazares realizados pelo Rotary RJ Ilha do Governador. Helenice, que tem como formação acadêmica Serviço Social, sempre atuou decisivamente na busca de soluções para os problemas daqueles que mais precisam, apresentando soluções simples, mas de grande significado e conforto.

Helenice recebeu das mãos da Presidente do Rotary Club RJ Guanabara, Eunice Crispino, a medalha alusiva, bem como diploma e flores.

Em seu pronunciamento de agradecimento, Helenice explicou sua função na Casa da Amizade da Família Rotária da Cidade do Rio de Janeiro, em particular sua responsabilidade sobre os enxovais para bebês. Deu detaque ao trabalho realizado pela Casa da Amizade, ao constante apoio que a istituição tem recebido do Clube, explicou resumidamente o funcionamento da Casa, incluindo os aspectos financeiros e concitou às senhoras presentes a se integrarem no trabalho voluntáio realizado pela instituição, que hoje atende cerca de 100 instituições carentes e precisa cada vez mais, de mão de obra para realização dos trabahos.

Enviado por Luiz Carlos em Ter, 28/09/2010 - 12:27 , em

Notícia do Rotary Club João Pessoa Bancários - Distrito 4500.

Aconteceu neste sábado (18) na Bela Casa Recepções a última edição do evento Encontro da Mulher Rotária promovido pela companheira Francinette Maximo, apoiada por uma comissão de mulheres rotarianas.

Este ano o X Encontro da mulher rotária, ao comemorar os seus dez anos, lançou um selo comemorativo, que foi abidicado pela Governadora Tereza Neuma, representando o Estado do Rio Grande do Norte, pelo EGD Luiz Antonio, representando o Estado de Pernambuco e pelo Governador eleito Vandique Coutinho, representando o Estado da Paraíba, na presença do companheiro Ednaldo Flor neste ato representando o Diretor Regional dos Correios.

O evento homenageou ainda a economista Zelia Almeida com o troféu da mulher rotária do ano.

A companheira Francinete fez um breve histórico de todas as edições do encontro, entregando a todos os Governadores do Distrito 4500 desde o ano rotário de 2001-2002 a 2010-2011 troféus comemorativos do evento, premiando também a todos os presidentes dos clubes das áreas 15 e 16.

O EGD Reinaldo de Oliveira presenteou a todos com uma bela palestra motivacional com frases de reflexão como a de Helen Keller, que diz: "Nunca se deve consentir em rastejar quando se sente um impulso para voar".

Um dos pontos altos do evento foi o lançamento da parceria dos clubes da grande João Pessoa com a Secretaria Estadual de Saúde, para a realização da ação humanitária que é a Doação da Medula Óssea, onde o papel do Rotary será a divulgação da Campanha Não fique de fora, Seja um doador, entre os rotarianos, amigos, familiares e a sociedade como um todo.

O cantor Beto Melo, deficiente visual, brindou a todos com uma belíssima interpretação da música Paz do meu amor de Luiz Vieira e a companheira Suzana recitou um poesia.

A Governadora Tereza Neuma parabenizou Francinette pelo belo trabalho nestes 10 anos de Mulher Rotária e encerrou o evento com a oração rotaria final proferida pela companheira Marluce Viegas.

Logo após uma saborosa feijoada ao som de Beto sax e Teclados, promoveu o companheirismo entre os presentes.

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 27/09/2010 - 23:31 , em

Em Notícias de Rotary International, de 24 de Setembro de 2010, Ryan Hyland  apresenta matéria sobre os laços duradoros que os Intercâmbios de Jovens podem criar. Veja a matéria completa a seguir.

Antonio Herrera se emociona sempre que reencontra Jerry Hall, antigo vice-presidente do RI, que foi seu anfitrião quando participou do Intercâmbio de Jovens do Rotary em 1980. 

Herrera, que tinha 16 anos na época, saiu do Chile para se hospedar na casa de Hall em Reno, EUA. Ele diz que jamais vai se esquecer de como Hall o ajudava diariamente com a leitura de livros para a escola.

   Jerry Hall, antigo vice-presidente do RI; Tasha, sua esposa; e Antonio Herrera se encontram na Convenção do RI em Montreal, Canadá, em junho.

Foto cedida por Jerry Hall

"Ele sempre me pedia para ler os livros para ele", conta Herrera. E demonstrava interese  verdadeiro no meu aprendizado do idioma. Os valores que aprendi com Jerry e sua família foram muito importantes. Eles sempre me trataram como parte da família; é por isso que me emociono quando os vejo."

Atualmente, Herrera é vice-diretor de uma escola em Syracuse, Nova York. Em 2003, ele se tornou associado do Rotary Club de Syracuse Sunrise. Embora seu trabalho o tenha forçado a se afastar temporariamente do clube, ele diz que é importante que participantes do Intercâmbio de Jovens continuem envolvidos com o Rotary.

"O programa me abriu muitas portas", ele conta. "Aprender um novo idioma me ajudou muito a ser quem eu sou hoje."

Hall diz que a experiência é também muito gratificante para as famílias.

"O lado mágico do Intercâmbio de Jovens é que você aprende com o participante, assim como ele aprende com você", diz Hall, associado do Rotary Club de Reno, EUA. "Mesmo morando em diferentes partes do mundo, há muitas coisas que temos em comum."

"Antonio era um aluno super sério e estudioso", lembra Hall. "Ele sempre fazia perguntas e tinha muito interesse em saber sobre nossa cultura."

Hall já recebeu 13 estudantes em sua casa desde Herrera e diz que cada um deles enriqueceu sua vida de maneira diferente.

"Ver os jovens amadurecerem é algo incrível", ele diz. "O programa Intercâmbio de Jovens realmente faz a diferença na vida das pessoas."

Segundo Hall, a parte mais difícil é quando eles vão embora. "É a mesma sensação de quando um filho se muda da casa dos pais. Os vínculos que criamos com os estudantes é muito forte."

Hall acredita que a parte mais importante do programa é a comunicação.

"As famílias anfitriãs devem fazer com que os estudantes se sintam à vontade", ele explica. "É um programa muito bom, que muda a forma como as pessoas pensam."

Os laços entre Hall e Herrera continuam fortes, mesmo depois de 30 anos. Eles se encontram de vez em quando e se viram pela última vez na Convenção do RI em Montreal, Canadá. 

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 27/09/2010 - 23:18 , em

Por trabalhar para um político em Oklahoma, EUA, Mark Mann já participou de diversas reuniões de grupos cívicos. Então, quando um de seus amigos pediu que considerasse a ideia de se associar a um Rotary Club, ele não ficou nem um pouco entusiasmado. 

"Eu disse: Nem pensar!", lembra Mann. Algumas semanas depois, seu amigo voltou a insistir no assunto, dizendo que o Rotary Club de Bricktown Oklahoma City era diferente. "Nós não cantamos, temos ótimas palestras e projetos comunitários muito bons", seu amigo explicou. 

"Eu assisti a algumas reuniões e decidi que era uma boa opção para mim", diz Mann, que agora está servindo como presidente do clube, o qual completou seu sétimo aniversário no dia 11 de setembro e tem mais de 60 associados com idade média de 35 anos. Mann e Lealon Taylor, ex-presidente do clube, acham que diversos fatores vêm ajudando a atrair e reter associados jovens. 

Para começar, o clube se reúne em um bar. Na primeira vez em que um convidado participa de uma das reuniões, ele recebe duas bebidas grátis, pagas pelo clube. 

"É importante escolher um local que seja divertido e popular", explica Taylor. "Nós nos reunimos na cervejaria Bricktown Brewery, um local muito conhecido. É fácil convidar os amigos para ir ao bar, tomar alguns drinques e se informar mais."

Os fundadores do clube decidiram que o horário das reuniões deveria ser às 17h30. Depois de 15 minutos de socialização, é hora da reunião em si, que não leva mais de 45 minutos. Alguns dos associados até saem para jantar depois. 

"Na minha opinião, pessoas de 20 ou 30 anos não vão levantar cedo para ir a uma reunião", afirma Taylor. "E almoçar toda semana é difícil para quem trabalha. O taxa de frequência em nossas reuniões é alta porque as realizamos depois do trabalho num bar no centro da cidade, o que é divertido." 

 

 

Com a mão na massa

Mas apenas diversão não é o suficiente. É importante também que os associados sejam participativos de outras maneiras.

"Pessoas mais jovens querem ser atuantes", diz Taylor. "Uma das metas de nosso clube é implementar um projeto humanitário por mês e incentivar todos a participarem ao máximo. Além disso, também fazemos parte de um grande projeto internacional." 

O clube é parceiro do Rotary Club de Carlsbad, EUA e do Rotary Club deTecate, México, em um projeto de uma clínica para tratamento de crianças com lábio leporino em Tecate.  

As atividades do clube também envolvem os familiares dos rotarianos. "Alguns anos atrás, levei meu filho em uma caminhada pelo Mal de Alzheirmer", conta Mann. "Muitos de nossos associados levam suas crianças e cônjuges aos projetos ou mesmo às reuniões." 

Mann e Taylor já ouviram críticas dizendo que quantidade não significa qualidade. Mas eles afirmam que o clube não mantém pessoas que não demonstrem comprometimento. No ano passado, todos os associados do clube participaram de pelo menos um projeto na comunidade.  

Mann vê um futuro promissor para o Rotary. "Sempre haverá sofrimento humano e desastres naturais", ele diz. "Sempre haverá a necessidade de que trabalhemos para ajudar as pessoas e solucionemos problemas de forma eficaz. E é isso que o Rotary faz."

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 23/09/2010 - 20:43 , em

Já está disponível o Boletim Semanal N° 11 do Rotary RJ Ilha do Governador.

Caso não consiga ler o Boletim, clique aqui e visualize-o em texto corrido.

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 23/09/2010 - 19:20 , em

Hoje é o Dia Internacional pela Paz e o Rotary International faz sua parte promovendo-o com votos de bom entendimento entre os povos do mundo.
Veja o vídeo.


Enviado por Luiz Carlos em Ter, 21/09/2010 - 01:20 , em

Aproxima-se o mês de outubro e, com ele, o “Dia das Crianças”. Seu filho (neto, sobrinho) já começa a fazer pedidos, sonhando com os presentes que irá ganhar. E você já nem sabe onde colocar tantos brinquedos – com muitos deles sua criança nem brinca mais.

Além dos meninos e meninas da sua família, há muitos outros que também sonham, e muito, em ter um brinquedo. Não importa seu preço: o importante é que seja, simplesmente, um brinquedo. Essas crianças às quais me refiro passam por muitas dificuldades e privações e são, apenas, CRIANÇAS. Elas não têm brinquedos, alimentação adequada, conforto e, muitas vezes, nem um teto. Porém, lembre-se, são apenas CRIANÇAS. Algumas não têm sequer o carinho dos pais, da família ou da comunidade, mas nem por isso deixam de ser, apenas, CRIANÇAS - com todas as necessidades e em formação, como as que vivem em nossas casas. Como podemos esperar um mundo melhor se a base não for sólida? Pense na construção de uma casa, por exemplo: ainda que seja bonita e aparentemente sólida, o que acontecerá se os seus alicerces tiverem sido feitos com areia? As crianças são os alicerces do futuro. O que poderemos esperar se elas não forem bem formadas? Como poderão ser justas e saber o que é amor e solidariedade se não aprenderem isso agora?

Este é o desafio: fazer a nossa parte. Como? É muito simples e fácil: requer apenas que você tenha vontade de ajudar.

Dê uma arrumação no quarto de sua criança, veja os brinquedos com os quais ela não brinca mais e entregue-os para nós. Não se preocupe se estiverem com pequenos defeitos, pois faremos os reparos. Eles serão selecionados de acordo com a faixa etária a que se dirigem, embalados e distribuídos para as crianças que precisam.

Se você não tiver brinquedos usados, não fique triste: você também pode colaborar. As doações em brinquedos novos são sempre muito bem vindas. Ressalto que, para o nosso trabalho, a quantidade é sempre mais importante do que o preço.

Se você ainda não conhece o trabalho do Banco de Brinquedos do Rotary Clube Grajaú, faça contato conosco - terei o maior prazer em lhe dar maiores detalhes sobre a instituição. Em 2009, distribuímos quase 3000 brinquedos. E, com a sua ajuda, pretendemos aumentar muito essa quantidade para o período 2010/2011.

Conhecendo alguma entidade que faça um trabalho sério com crianças carentes e que precise desse tipo de ajuda, fale conosco, pois faremos todo o possível para colaborar.

Esperamos, com ansiedade, o seu contato.

Terezinha Miranda  (terezinhafgm@gmail.com)
Presidente da Comissão (Condomínio Orson Welles, apt 301)

 

                                                                                   Comissão:

    Terezinha                2284-0020

Luci                              2238-9348

Marli Sotero                 3278-3536

Monica                         9762-7538

Simone Garcia              8857-9248

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 20/09/2010 - 22:23 , em
Syndicate content