Rotary RJ Ilha do Governador

Rotary a Serviço da Humanidade

De acordo com pesquisadores, a forma injetável fornece uma proteção melhor e mais duradoura se usada em combinação com a vacina amplamente aplicada hoje, que é oral.

Erradicada na maioria dos países, a poliomielite deixou o mundo em alerta em maio, quando surgiram novos casos no Afeganistão, no Iraque e em Guiné Equatorial. Agora, um estudo do Imperial College London e do Christian Medical College da Índia sugere que uma vacina contra a doença aposentada ainda na década de 1960 pode, definitivamente, afastar o risco de contaminação. De acordo com os pesquisadores, a forma injetável fornece uma proteção melhor e mais duradoura se usada em combinação com a vacina amplamente aplicada hoje, que é oral.

O artigo foi publicado na revista The Lancet e explica que, embora a vacinação proteja contra a poliomielite, um indivíduo ainda pode ser infectado pelo vírus, que se replica no intestino, abrindo a possibilidade de ser passado para outras pessoas pelo contato com fezes infectadas.

A maior parte das campanhas de vacinação em 2013, incluindo a brasileira, usa doses múltiplas da vacina oral, o que fornece imunidade nos intestinos, mas, ao longo do tempo, essa proteção decai.

A maior parte das campanhas de vacinação – incluindo a brasileira – usa doses múltiplas da vacina oral, o que fornece imunidade nos intestinos, mas, ao longo do tempo, essa proteção decai. “Como a forma injetável da vacina é aplicada no braço, em vez de tomada oralmente, assume-se que ela não dá tanta proteção ao intestino. Então, seria menos eficaz na prevenção da transmissão fecal do que a forma oral da vacina”, explicou, em um comunicado, Jacob Jonh, professor do Christian Medical College, que liderou o estudo. “Mas descobrimos que, quando as crianças já tinham algum nível de imunidade devido à vacina oral, a injetável deu um impulso ao sistema imunológico do intestino”, disse.

O estudo envolveu 450 crianças de uma área densamente populosa de Vellore, na Índia. Todas elas tomaram a vacina oral contra a pólio no programa padrão de vacinação do país. Metade também recebeu a injeção no braço. Um mês depois, os cientistas fizeram testes e constataram que esse segundo grupo tinha menor carga dos dois sorotipos mais resistentes circulando no organismo.

“Nossa descoberta mostra que uma dose adicional da vacina injetável é mais efetiva para estimular a imunidade contra a infecção que a vacina oral sozinha”, disse Nick Grassly, professor do Imperial College London. “Isso implica que a forma injetável pode ser usada, por exemplo, por pessoas já vacinadas com o tipo oral que forem viajar para locais em que há infecção. A vacina injetável também pode substituir algumas doses da oral em campanhas de imunização”, opina.

O estudo não foi financiado por laboratórios – toda a verba para a pesquisa veio da Fundação Bill & Melinda Gates.

Fonte: Estado de Minas - 16/07/2014

 

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 17/07/2014 - 08:14 , em

Enviado por Luiz Carlos em Ter, 15/07/2014 - 17:21 , em

1 - Nós estamos mais perto do que nunca de erradicar a pólio. O Afeganistão, um dos três países ainda endêmicos da doença, registrou apenas 14 casos de pólio em 2013, em comparação com 37 em 2012. A Nigéria reportou 53 casos no ano passado, comparados a 122 no ano anterior. O Paquistão é o único país endêmico onde o número de casos aumentou de 58 em 2012 para 93 em 2013. Como resposta, líderes comunitários e religiosos expressaram seu apoio às campanhas de erradicação da pólio.

2 - No novo site da revista The Rotarian, TheRotarianMagazine.com, você encontrará os artigos em destaque de cada edição e de nossos arquivos. Compartilhe estas histórias em suas redes sociais, divulgue o bom trabalho de nossa organização e siga as páginas da revista pelo Facebook e Twitter. Outras revistas regionais também possuem versão on-line. A The Rotarian estabeleceu uma parceria com o blog Change Agent, que irá publicar artigos selecionados da revista para que cheguem a uma audiência maior.

3 - Apadrinhe um novo associado para ajudar a fortalecer seu clube. O programa de reconhecimento a padrinhos de novos associados oferece aos padrinhos um distintivo de lapela especial e reconhecimento no site do Rotary. Basta adicionar o novo associado ao quadro associativo do clube e identificar o padrinho. A cada semana, o Rotary irá enviar aos clubes os nomes dos padrinhos, seus distintivos e os identificadores correspondentes a eles de acordo com o número de novos associados que apadrinharam. Acompanhe o número de associados que apadrinhou através de seu perfil em nosso site.

4 - Assista à gravação dos quatro primeiros webinars da série O Ciclo do Projeto, que aborda diferentes estratégias, melhores práticas e recursos para ajudar clubes e distritos a implementarem iniciativas humanitárias sustentáveis com sucesso, usando exemplos reais de rotarianos.

Fonte: Rotary Leader - Jul 2014

Enviado por Luiz Carlos em Ter, 15/07/2014 - 17:12 , em

A sua doação à Fundação Rotária incentiva outras pessoas a nos ajudarem a transformar vidas.

Antes da Assembleia Internacional de 2013, o então presidente eleito do RI, Ron Burton, desafiou os governadores do seu ano a liderarem através do exemplo, fazendo uma doação pessoal à Fundação Rotária. Os 537 governadores atenderam ao pedido de Ron Burton, o qual comemorou a conquista histórica chamando seus governadores de Primeira Turma.

Um ano mais tarde, o presidente do RI de 2014-15, Gary Huang, deu continuidade à iniciativa pedindo que seus governadores fizessem o mesmo para se tornarem a Melhor Turma. Mais uma vez, os governadores venceram o desafio.

Os governadores agora estão incentivando os presidentes de clube a se juntarem a eles no apoio à Fundação.

Ricardo de Maio Bermejo, governador do Distrito 4510 em 2013-14 (Brasil), usou a iniciativa Primeira Turma para motivar todos os seus presidentes de clube, respectivos cônjuges e presidentes de Rotaract e Interact Club a contribuírem à nossa Fundação Rotária. Como resultado, até o último mês de março o distrito havia arrecadado US$35.000.

“As doações em si não foram a parte mais importante”, disse Bermejo, “mas sim o fato de que estamos mais conscientes de que podemos e devemos contribuir à nossa Fundação.”

Os presidentes de clube deste ano também têm a oportunidade de liderar através do exemplo, participando do desafio Melhor Turma lançado pelo presidente Gary Huang. Complete as seguintes atividades para apoiar a Fundação e ajudar seu clube a se qualificar para a Menção Presidencial de 2014-15:

  • Faça uma doação pessoal à Fundação Rotária como presidente do clube.
  • Registre as metas de contribuição à Fundação de 2014-15 no Rotary Club Central.
  • Incentive pelo menos 10% dos associados do seu clube a se inscreverem para o nosso programa de doações periódicas, o Rotary Direct.
  • Aumente o número de Benfeitores e membros daSociedade de Doadores Testamentários e da Sociedade Paul Harris em seu clube.
  • Apoie a erradicação da pólio através de campanhas de arrecadação de fundos ou da conscientização pública

Incentive seu clube a se tornar parte desta nova tradição. Se cada rotariano fizer uma doação anual à Fundação, nosso poder para transformar vidas em todo o mundo será muito maior.

  • Fonte: Rotary Leader - Julho 2014.
  • Enviado por Luiz Carlos em Ter, 15/07/2014 - 17:05 , em

    O vídeo, parte da série "Fazendo o bem", mostra como Rotary e sua Fundação Rotária apoiam a educação, por aplicação de projeto em uma escola de Nova Orleans.

    Fazendo o bem: Apoiando a educação from Rotary International on Vimeo

    .

    Enviado por Luiz Carlos em Sáb, 12/07/2014 - 14:44 , em

    Com “a presença de 52 pessoas” e com “a colaboração do restaurante La Bodeguita”, o Rotaract Clube da Trofa conseguiu “angariar 365 euros que serão oferecidos à Fundação Rotária Portuguesa”. Este era o principal objetivo da iniciativa “Francesinha Solidária”, que se realizou na noite de 21 de junho.

    Cada pessoa tinha que pagar “dez euros”, que “incluía francesinha, bebida e café”, dos quais “cinco euros reverteram para a Fundação”.

    Segundo Alberto Fonseca, do Rotaract da Trofa, a Fundação Rotária Portuguesa “investiu, nos últimos 50 anos, mais de três milhões de euros a apoiar mais de sete mil bolsas de estudo em Portugal, sendo esta uma das ações mais visíveis desta fundação que tem por fim a concretização do Ideal de Servir”.

    Fonte: O Notícias de Trofa - Jornal do concelho da Trofa - Portugal

    Enviado por Luiz Carlos em Sáb, 12/07/2014 - 13:13 , em
    A quarta-feira (2/7) trouxe mais uma grata novidade ao America. A equipe de Campos Sales integrou, por pelo menos quinze dias, o estudante americano Trevor Colazzo ao elenco do futebol profissional. Trevor, que tem 17 anos, veio para o America em uma iniciativa do clube em conjunto com o Rotary Club Internacional. O jovem, natural do Estado de Ohio - foi jogador do Columbus Crew por dois anos - treinou com atletas rubros no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, e tentou por em palavras sua expectativa acerca do período que passará no Mecão.

    - Estou empolgado com essa passagem pelo America e em aprender o jeito brasileiro de jogar. Ter a oportunidade de treinar com os profissionais, em uma atmosfera de um grande clube do Brasil é uma oportunidade sensacional. Espero retornar aos Estados Unidos melhor e com mais experiência - comentou o jovem.

    Aficionado por futebol, Trevor revela que já conhecia o America. Assim, quando apareceu a oportunidade de atuar em um dos maiores clubes do Rio de Janeiro e do Brasil, não viu alternativa a não ser agarrá-la. E nas poucas horas de convívio nas instalações e com os atletas, o americano disse.

    - Eu já conhecia o America e quando essa oportunidade surgiu eu agarrei. Mas conhecer o clube, ao vivo, é ainda mais interessante. O Estádio é sensacional e as obras que estão acontecendo para melhorar a estrutura mostram que o clube está crescendo ainda mais. Eu sou, literalmente, o americano do time e por isso vou aproveitar cada dia que passar aqui. A princípio ficarei no Mecão por 15 dias, mas espero ficar mais – confessou.

    Elogios ao comandante

    Conhecedor do futebol brasileiro, Trevor se familiarizou com a história de Ailton Ferraz, o treinador do America. Para o americano, poder repetir o que Ailton realizou em sua carreira como jogador profissional é o sonho de qualquer atleta. O jovem também citou que ser treinado por alguém com tanta experiência é algo único e elogiou o comandante rubro.

    - Eu sonho em ser um jogador de futebol como o Ailton Ferraz foi. Jogar em grandes clubes e marcar gols importantes, como o de uma final de Campeonato Brasileiro é algo almejado por qualquer atleta. Sei também que ele adquiriu experiência com grandes treinadores, como o Luiz Felipe Scolari e essa chance que tenho, de absorver seus ensinamentos, vai ser inesquecível - concluiu.

    Treinos de quarta e quinta

    Os atletas rubros realizaram, na tarde desta quarta (2/7), testes físicos e exercícios na academia do Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita. Os treinos desta quinta (3/7) vão acontecer no Centro de Treinamento do Artsul Futebol Clube, em Nova Iguaçu, às 15h.
    Enviado por Luiz Carlos em Sáb, 05/07/2014 - 09:51 , em

    Dia 29 de junho de 2014. Reunião Festiva no Rotary RJ Ilha do Governador, quando o Presidente 2013-2014, Marcos Antonio Alves passa o bastão ao Presidente 2014-2015, Sebastião Cony Dantas.

    A solenidade de transferência de comando no Rotary RJ Ilha do Governador registrou grandes emoções em diferentes momentos, começando com a apresentação de componentes do Projeto de Educação Musical da Ilha do Governador - PEMIG, promovido pelo Clube, que conta com a participação de jovens estudantes da Ilha do Governador, das comunidades do Loreto e Vila Juaniza. O projeto conta com a coordenação do Companheiro Armando de Almeida Faria, com a colaboração de Companheiros do Clube.

    Seguiram-se homenagens aos Associados Honorários que têm contribuído com o Clube ao longo dos anos.

    Foram destaques marcantes as presenças dos Associados Fundadores do Clube, Antonio Carivaldo Pires, primeiro Presidente, e Martin Szydlow.

    Passadas as homenagens, foi chegado o momento das saudações de praxe: ao Presiente que sai e ao Presidente que assumirá o comando do Clube. Ambas saudações destacando os momentos difíceis vividos pelo Clube e a busca incessante por soluções viáveis, protagonizadas por cada um dos Presidentes. Mais emoção vivida!

    A seguir são apresentadas fotos do evento, gentilmente cedidas pela Companheira Maria Rodrigues, do RC RJ Laranjeiras, à frente da MR7 Comunicação e Marketing.

      

       

         

         

         

        

        

        

     

     

      

        

         

      

    Enviado por Luiz Carlos em Sex, 04/07/2014 - 14:37 , em

    O PEMIG, uma iniciativa do ROTARY RIO DE JANEIRO – ILHA DO GOVERNADOR foi instalado no dia 03 de agosto de 2013, e atualmente, cerca de 40 (quarenta) crianças com idades que variam de 5 a 17 anos tem a oportunidade de aprender teoria e um instrumento musical.

    Sabemos que a música é um forte meio para a integração social da criança (melhora da timidez, da hiperatividade, do déficit de atenção e até mesmo do combate às drogas). E por esse motivo, o projeto busca não apenas ministrar aulas de música, mas ser uma ferramenta para uma boa formação do caráter e cidadania de seus alunos.

    Os locais escolhidos para implementação do projeto situam-se na Igreja Nossa Senhora do Loreto, na Igreja Nossa Senhora Aparecida e na Escola Portfólio Educacional, todas instituições localizadas na Ilha do Governador. A escolha dos locais se deu pela disponibilidade de salas apropriadas para as aulas de música, pelo pessoal de apoio e pela proximidade dos locais das comunidades como Parque Royal e Vila Juaniza.

    Em meio ao mundo do tráfico, à violência, à desigualdade social, o PEMIG busca pela valorização do ser humano, através da única linguagem universal: A MÚSICA.

    O ROTARY RJ ILHA DO GOVERNADOR patrocina este projeto com apoio da FUNDAÇÃO ROTÁRIA DE ROTARY INTERNATIONAL e a parceria de voluntários das comunidades, em destaque o PROFESSOR E MAESTRO EDUARDO que coordena e administra as aulas de música. O aluno ingressa no projeto após uma entrevista com a direção dos núcleos e é fundamental que esteja matriculado e estudando normalmente em estabelecimento de ensino. A participação é totalmente gratuita, sendo que dependendo da atuação do aluno, é permitido o uso dos instrumentos que foram doados pelo Rotary RJ Ilha do Governador, o qual fica sob a responsabilidade do aluno.

    O projeto aceita crianças com dislexia, autismo, ASPERG, TDA, transtorno de ansiedade, que em convívio com os demais e usando a música como elemento de transformação permite uma integração saudável e harmoniosa do grupo.

    O PEMIG é uma iniciativa bem sucedida do Companheiro Armando de Almeida Faria, que conta com a colaboração de Companheiros do Clube.

    Imagens da apresentação dos instrumentos adquiridos com Projeto de Subsídio Distrital da Fundação Rotária, realizado no período 2012-2013, Presidente Sylvio Augusto Regalla, entregues por ocasião da posse do Presidente 2013-2014, Marcos Antônio Alves.

       

       

    Enviado por Luiz Carlos em Sex, 04/07/2014 - 12:53 , em

    Prezado Rotarianos.

    Às vezes é difícil expressarmos com palavras o impacto positivo que causamos no mundo. Por isso, quero compartilhar com você este vídeo que mostra como contribuições como a sua estão proporcionando a estudantes de Fiji as ferramentas necessárias para competirem com sucesso no mundo de hoje.

    Graças ao envolvimento da comunidade e apoio do Rotary, hoje, uma escola da ilha de Taveuni (Fiji) possui uma sala de aprendizagem digital. Veja como nós estamos ajudando a capacitar essa comunidade para que ela possa ter um futuro melhor.

    Projetos como estes são possíveis graças às generosas contribuições de rotarianos e amigos como você. Se você já fez uma contribuição, obrigado por seu apoio contínuo.

    Caso ainda não tenha feito, gostaria de convidá-lo a fazer a sua doação até 30 de junho. Com a sua ajuda, a Fundação Rotária continuará oferecendo oportunidades de desenvolvimento comunitário em todo o mundo.

    Compartilhe esta história inspiradora com seus amigos e familiares para que eles possam ver o impacto que estamos fazendo.

    Obrigado.

    Atenciosamente, D.K. Lee

    Chair do Conselho de Curadores da Fundação Rotária

    Fonte: The Rotary Foundation

    Enviado por Luiz Carlos em Sáb, 28/06/2014 - 12:01 , em