Rotary RJ Ilha do Governador

O Rotary Faz a Diferença

Perguntas mais frequentes - Fevereiro de 2009
Redução do orçamento dos Subsídios Humanitários

P. Porque o orçamento dos Subsídios Humanitários para 2008-09 foi reduzido?
R. Devido à crise econômica mundial, o Rotary International e a Fundação Rotária, assim como muitas outras organizações humanitárias, são forçados a tomar decisões difíceis. A Fundação Rotária tem verificado significantes perdas não-realizadas, as quais estão sendo comunicadas regularmente ao mundo rotário pelo secretário geral Ed Futa. Na reunião de janeiro de 2009, os curadores reduziram em US$16,3 milhões o orçamento dos Subsídios Humanitários para 2008-09 com o intuito de minimizar o impacto causado pelas perdas não-realizadas. Para detalhes sobre as declarações financeiras da Fundação Rotária, acesse www.rotary.org.

Subsídios Equivalentes

P. O que será feito com os pedidos pendentes de Subsídios Equivalentes uma vez que os fundos para 2008-09 estejam esgotados?
R. As solicitações serão processadas por ordem de chegada, tendo como base a data em que a inscrição for considerada completa, inclusive com os requisitos de financiamento cumpridos. Quando as verbas forem integralmente alocadas, os rotarianos em geral serão informados através do site do Rotary, enquanto que os contatos principais dos projetos pendentes receberão um e-mail comunicando que suas inscrições não poderão ser processadas este ano. Tais pedidos continuarão pendentes até a reunião de abril de 2009, na qual os curadores aprovarão o orçamento dos Subsídios Humanitários para 2009-10. Os contatos principais dos projetos pendentes serão notificados sobre como a Fundação irá processar seus pedidos.
P. O que será feito com os novos pedidos recebidos pela Fundação Rotária uma vez que os fundos para 2008-09 estejam esgotados?
R. Os pedidos novos serão devolvidos pela Fundação Rotária e poderão ser re-submetidos após 1° de julho de 2009.
P. Os pedidos aprovados serão processados para pagamento?
R. Sim. Os pagamentos de pedidos que já foram aprovados serão processados normalmente, desde que atendam integralmente aos requisitos do programa.
P. Quando a Fundação Rotária começará novamente a aprovar Subsídios Equivalentes pós as verbas para 2008-09 serem alocadas?
R. O processamento de Subsídios Equivalentes terá início em 1° de agosto de 2009, quando o orçamento para 2009-10 for aprovado pelos curadores.
P. O que será feito com os pedidos de Subsídios Equivalentes Competitivos acima de US$25.000 que estiverem marcados para consideração dos curadores em sua reunião de abril de 2009?
R. Os curadores alocaram fundos remanescentes do orçamento de Subsídios Equivalentes para consideração de pedidos de Subsídios Equivalentes Competitivos na reunião de abril de 2009. Os parceiros envolvidos em tais pedidos serão informados em maio de 2009 sobre as decisões dos curadores.

Subsídios para Serviços Voluntários

P. O que será feito com as inscrições para Subsídios para Serviços Voluntários que não forem financiados em 2008-09?
R. Os solicitantes de pedidos pendentes de Subsídios para Serviços Voluntários serão informados de que estes não poderão ser considerados em 2008-09. Os solicitantes serão incentivados a buscar outras fontes de patrocínio.
P. O que será feito com os novos pedidos de Subsídios para Serviços Voluntáriosrecebidos pela Fundação Rotária?
R. A partir de agora, os pedidos novos de Subsídios para Serviços Voluntários serão devolvidos aos solicitantes juntamente com uma explicação esclarecendo que o orçamento para 2008-09 já foi integralmente distribuído. Os solicitantes serão incentivados a buscar outras fontes de patrocínio.
P. Os pedidos aprovados de Subsídios para Serviços Voluntários serão processados para pagamento? E as reservas de passagens serão feitas pelo RITS?
R. Sim. Os pagamentos de pedidos de Subsídios para Serviços Voluntários que já foram aprovados serão processados normalmente. Os contatos dos projetos deverãocomunicar-se com o RITS para reservar suas passagens.
P. Quando a Fundação Rotária começará novamente a aprovar pedidos de Subsídios para Serviços Voluntários?
R. Pedidos de Subsídios para Serviços Voluntários não serão aprovados até o final de 2008-09. Em sua reunião de abril de 2009, os curadores deverão aprovar o orçamento de Subsídios Humanitários para 2009-10. Em maio de 2009 os rotarianos serão informados através do site do RI www.rotary.org sobre o processamento de pedidos para 2009-10.

Subsídios 3-H e Subsídios Distritais Simplificados

P. Como a redução do orçamento afetará os Subsídios 3-H?
R. O orçamento dos Subsídios 3-H para 2008-09 era aproximadamente US$7 milhões, mas foi reduzido em US$2 milhões pelos curadores. A Comissão de Programas selecionou 17 pedidos, que solicitavam cerca de US$5 milhões, para visita de avaliação preliminar aos locais dos projetos. Tais projetos serão analisados com base em mérito pelos curadores em sua reunião de abril de 2009. Os parceiros dos projetos que não receberam visitas preliminares foram informados de que deveriam buscar outras formas de patrocínio.
P. Como a redução do orçamento afetará os Subsídios Distritais Simplificados?
R. Como os Subsídios Distritais Simplificados são financiados integralmente pelo FDUC, estes não serão afetados pela redução do orçamento.

Orçamento dos Subsídios Humanitários para 2009-10

P. Qual é o orçamento dos Subsídios Humanitários para 2009-10?
R. Com base na análise da situação financeira da Fundação Rotária, os curadores definirão o orçamento dos Subsídios Humanitários para 2009-10 em sua reunião de abril de 2009. As decisões serão comunicadas aos rotarianos em maio de 2009 através do site do Rotary www.rotary.org.

Plano Visão de Futuro

P. Qual será o impacto da redução do orçamento na implementação do Plano Visão de Futuro?
R. O Plano Visão de Futuro e sua fase experimental de 2010 a 2013 oferecem umaoportunidade para identificar medidas para aprimoramento dos processos organizacionais da Fundação e para aumento de sua eficiência a longo prazo. Sendo assim, a fase experimental será implementada como planejado.
Para esclarecimento de dúvidas sobre a redução do orçamento dos Subsídios Humanitários, queira enviar e-mail a contact.center@rotary.org ou contatar o coordenador de subsídios.

Enviado por Luiz Carlos em Dom, 15/02/2009 - 09:46 , em

Visando favorecer o alcance da meta do Rotary de erradicação global da pólio, o Pharmaceutical Research and Manufacturers of America, conhecido como PhRMA, doou em agosto US$100.000 à Fundação Rotária, os quais serão encaminhados ao Desafio 100 Milhões de Dólares.

O PhRMA é um grupo que representa as principais companhias de pesquisa farmacêutica e biotecnologia dos Estados Unidos. “Nossa relação com o Rotary é parte de nossos esforços de promover abordagens inovadoras e sérias que almejam ampliar o acesso à assistência médica”, disse Chris Ward, vice-presidente adjunto do setor de desenvolvimento de alianças internacionais do PhRMA. “Nossa indústria tem por base a busca da cura e o desejo de aprimorar a saúde no mundo inteiro.”

“O Rotary é líder em parcerias públicas e privadas movidas pelo espírito voluntário e de prestação de serviços comunitários”, declarou Chris. “É uma honra para o PhRMA poder colaborar com o Rotary.”

Entre as empresas pertencentes ao grupo estão a Novartis e Sanofi-Aventis, fabricantes da vacina antipólio oral. Em março, Sanofi Pasteur, a divisão de vacinas da Sanofi-Aventis, e a Novartis contribuíram US$4.600 ao programa Pólio Plus após a inauguração do Parque Albert Sabin em Roma, construído pela prefeitura em homenagem ao rotariano honorário que desenvolveu a vacina. Rotarianos de Roma

Em 1979, Rotary Clubs da Itália doaram 500.000 doses da vacina antipólio para imunizar crianças nas Filipinas. Os resultados foram tão impressionantes que o Rotary comprometeu-se a fornecer durante cinco anos vacinas suficientes para imunizar seis milhões de crianças nas Filipinas através de seu primeiro projeto de Subsídio “Saúde, Fome e Humanidade”, o qual inspirou a criação do programa Pólio Plus.

Fonte: Rotary World - Janeiro 2009

Enviado por Luiz Carlos em Sex, 13/02/2009 - 14:55 , em

Kit para Dirigente de Clube (225-PT) - US$10. Inclui sete publicações que podem ser vendidas separadamente:- Manual do Presidente do Clube (222-PT) - US$3; Manual do Secretário do Clube (229-PT) - US$3; Manual da Comissão de Administração do Clube (226A-PT -) US$1; Manual da Comissão de Desenvolvimento do Quadro Social (226B-PT) - US$1; Manual da Comissão de Relações Públicas (226C-PT -) US$1; Manual da Comissão de Projetos de Prestação de Serviços (226D-PT) - US$1; Manual da Comissão da Fundação Rotária (226E-PT)- Grátis.

End Polio Now (983-MU). Cartões com seis imagens diferentes. Conjunto de 12 cartões - US$10.

Peace Is Possible: Rotary Centers for International Studies (829-DVD). Ex-bolsistas descrevem seu trabalho em direitos humanos, combate ao terrorismo e outras áreas. Duração: 6 minutos - US$15.

Bolsas Educacionais e Subsídios Rotary para Professores Universitários — Diretrizes para Rotarianos (012-PT). CD-ROM com informações sobre como promover os programas, selecionar candidatos, preparar os anfitriões dos bolsistas e professores universitários, e manter contato com os ex-participantes. Limite de duas unidades por pedido - Grátis.

ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência. Para divulgação de projetos que necessitam de verbas, voluntários, materiais doados ou parceiros para Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária. Somente na web.

Bolsas Rotary pela Paz Mundial (084-PT). Folheto com informações sobre as metas, requisitos, financiamento e processo de inscrição ao programa de Bolsas Rotary pela Paz Mundial. Contém descrição dos Centros Rotary. Quantidade limitada - Grátis.

RVM: The Rotarian Video Magazine, Ano 4, Nº1 (505-08). DVD sobre o programa Miracle League; assistência às vítimas das enchentes em Iowa, EUA; treinamento vocacional e esforços de desenvolvimento do quadro social - US$15.

Formulário Universal de Contribuição (123-PT). Para ser encaminhado com doações à Fundação Rotária. Inclui espaço em branco para inclusão de informações sobre Companheiros Paul Harris e Contribuintes Especiais da Fundação Rotária - Grátis.

Encomende os materiais pela página shop.rotary.org, pelo e-mail shop. rotary@rotary.org, com o escritório internacional ou por telefone (+1-847- 866-4600) ou fax (+1-847-866-3276). Somente pedidos pré-pagos serão processados.

Enviado por Luiz Carlos em Sex, 13/02/2009 - 14:37 , em

Jonathan Majiyagbe Presidente do Conselho de Curadores da Fundação RotáriaFevereiro de 2009.

Prezada família rotária.

A missão da Fundação Rotária é capacitar os rotarianos para que possam promover a boa vontade, paz e compreensão mundial. Isto pode soar um desafio de proporções astronômicas em um mundo onde conflitos étnicos, ataques terroristas e revoltas populares são estopim e combustível que ameaçam a estabilidade em muitos lugares.

Entretanto, a segunda parte da missão nos diz como vencer o desafio: por meio de apoio a iniciativas de melhoria da saúde, da educação e do combate à pobreza. Atualmente, 5.000 projetos de subsídios da Fundação Rotária estão tratando questões do gênero por meio de projetos que vão de abertura de poços d’água na Guatemala e montagem de escola no Afeganistão à instauração de programas de microcrédito em Uganda. Ao fazer com que a vida seja mais estável para os menos privilegiados, a Fundação está preparando o palco para o advento da paz.

Por sermos rotarianos, promovemos compreensão internacional e fazemos amizade a todo instante, seja em situações como quando um bolsista conhece sua família anfitriã ou o distrito recebe uma equipe de Intercâmbio de Grupos de Estudos. Experiências enriquecedoras e transformadoras como essas ampliam nossa visão de mundo.

Através do Rotary e de sua Fundação, cultivamos relações que transcendem fronteiras e formam o alicerce no qual a paz se erguerá. Fevereiro, Mês da Compreensão Mundial, momento de nos concentrarmos na boa vontade e paz no mundo. Ao apoiar nossa Fundação e participar de seus programas, temos inúmeras maneiras de alcançar sua visão.

Jonathan Majiyagbe

Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Rotária


Enviado por Luiz Carlos em Qua, 11/02/2009 - 09:01 , em

Por intermédio do Intercâmbio de Grupos de Estudo (IGE), rotarianos de quatro países aprenderam sobre o gerenciamento eficaz de recursos hídricos.

Em outubro, uma equipe de IGE do Distrito 4840 (Argentina-Misiones e parte do Paraguai) visitou o Distrito 7090 (parte de Ontário, Canadá e parte de Nova York, EUA ). Além de conhecer as Cataratas do Niágara, na fronteira dos Estados Unidos e Canadá, os integrantes percorreram uma estação de tratamento de água e o túnel Big Beck que depois de conectado ao Rio Niágara, aumentará em14%, a capacidade de uma usina hidroelétrica em Ontário.

Durante palestra no Rotary Club de Niagara Falls, a equipe de IGE pormenorizou o processo de recuperação e preservação de recursos hídricos e explanou sobre a represa hidroelétrica de Yaciretá-Apipé no Rio Paraná, entre Argentina e Paraguai, e o Aquífero Guarani, um dos maiores mananciais do mundo, próximo à Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

“O aprendizado transformou a equipe num valioso recurso para qualquer projeto hídrico”, declarou o clube de Niagara Falls em seu boletim.

Em maio, o Distrito 7090 pretende enviar ao Distrito 4840 uma equipe de IGE composta por integrantes de áreas relacionadas ao assunto. Recursos hídricos e saneamento compõem as seis áreas vitais ao atendimento das necessidades humanitárias mundiais enfocadas pelo Plano Visão do Futuro da Fundação Rotária. A fase experimental do plano começará em 1º de julho de 2010.

Fonte: Newsletter Todos os Rotarianos Todos os Anos - Fevereiro 2009

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 09/02/2009 - 10:14 , em

Em reunião conjunta com o RC RJ Galeão e RC RJ Paranapuã, o Rotary RJ Ilha do Governador promoveu palestra com o tema PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM ROTARY. A palestra foi realizada na última terça-feira, 03/02/2009, no Salão de Festas Novos Ventos, do Iate Clube Jardim Guanabara, pelo EGD Joper Padrão do Espírito Santo. O tema foi abordado pelo palestrante com sua costumeira didática e praticidade, prendendo a atenção de todos os presentes - Rotarianos e convidados. Para aqueles que não tiveram oportunidade de comparecer, estamos oferecendo a seguir a apresentação em arquivo PDF, o qual tem como base a palestra feita pelo Governador Joper no Seminário de Planejamento Estratégico em Rotary, do Distrito 4570, com o mesmo tema.

 

Enviado por Luiz Carlos em Qua, 04/02/2009 - 20:29 , em

SAN DIEGO, Califórnia, EUA (21 de janeiro de 2009) — O Rotary International, a Fundação Gates, e os governos do Reino Unido e da Alemanha comprometeram-se hoje a doar mais de US$630 millhões para combater a pólio, uma doença deformadora e por vezes fatal que ainda ameaça crianças em partes da África e Ásia.

A Fundação Gates está doando US$255 milhões ao Rotary, com a condição de que este arrecade US$100 milhões durante os próximos três anos. O Reino Unido irá doar mais US$150 milhões à iniciativa e a Alemanha US$130 milhões. Estas contribuições a ser encaminhadas nos próximos cinco anos não serão consideradas parte da verba que o Rotary deve à equiparação exigida do Rotary pela Fundação Gates.

O Rotary, um dos principais parceiros da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, colabora com coordenação, captação de recursos e voluntários. O anúncio foi feito durante a assembléia internacional do Rotary, evento anual que reúne líderes rotários.

"Rotarianos, líderes governamentais e profissionais da saúde comprometeram-se a erradicar a pólio", afirmou Bill Gates, presidente da Fundação Gates. "Contudo, a eliminação completa do vírus da pólio é difícil e continuará a ser por muitos anos. O Rotary em particular inspirou meu compromisso pessoal em alcançar esta meta."

Ao aceitar o desafio da Fundação Gates, o presidente do conselho de curadores da Fundação Rotária Jonathan Majiyagbe disse que esta parceria irá motivar outras organizações e empresários a aumentar seu apoio.

"Estas doações nos colocam no limiar da erradicação de uma das doenças mais temidas no mundo", declarou. "Este compromisso conjunto deve incentivar organizações governamentais e não-governamentais a colaborar com os últimos recursos necessários para eliminá-la."

O secretário de desenvolvimento internacional do Reino Unido Douglas Alexander comentou que "Esta promessa de doação do meu governo, combinado com a verba dos outros parceiros, ajudará a campanha de erradicação da pólio a dar um grande salto. Já alcançamos grande progresso na redução do número de contaminações, precisamos agora dar a arrancada final para livrarmos as futuras gerações desta doença devastadora."

Ainda é necessário arrecadar fundos significativos

A iniciativa de erradicação da pólio precisa mais do que nunca receber mais doações. Mesmo somando estes novos investimentos a outras contribuições recebidas do Canadá, Rússia, Estados Unidos e outros países, ainda há a necessidade de obter mais US$340 milhões em 2009-10. Quando finalizado, o financiamento provindo da Alemanha diminuirá este valor.

"Países do G-8 promoteram tomar as providências necessárias para erradicar a pólio", comentou a ministra de desenvolvimento e cooperação econômica da Alemanha Heidemarie Wieczorek-Zeul. “A Alemanha está determinada a manter seu compromisso e espera que os outros países façam o mesmo."

Lançada em 1998, a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, liderada pelo RI, a Organização Mundial da Saúde, o Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças e o Unicef, foi capaz de diminuir o número de casos registrados de cerca de 350.000 por ano para apenas 1.315 em 2007. A pólio foi eliminada completamente das Américas, Oeste do Pacífico e Europa, mas persiste no Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão, e a importação dos vírus destes países a outros representa uma grande ameaça. É nesses países que estão os maiores desafios, como eficácia das vacinas (Índia), baixo índice de imunização (Nigéria) e dificuldade de acesso devido a conflitos internos (Afeganistão e Paquistão). Muito depende dos próprios países. Progresso recente nas principais áreas tem mostrado que estes desafios podem ser vencidos com o compromisso dos governos federais, estaduais e municipais.

Os novos fundos deverão ser aplicados às seguintes atividades:

• Dias Nacionais de Imunização, nos países que procuram vacinar todas as crianças com menos de cinco anos de idade.

• Atividades suplementares de imunização com o propósito de oferecer doses extras de vacinas a crianças em áreas de alto risco.

• Pesquisas de novos tipos de vacina e modos de garantir que as crianças terão acesso a elas.

• Atividades de vigilância para detectar casos de pólio e controlar surtos.

A diretora da Organização Mundial da Saúde Dra. Margaret Chan disse que "Estes novos fundos irão ajudar os governos dos quatro países endêmicos remanescentes a transpor as barreiras existentes e conseguir vacinar todas as crianças contra a pólio".

"Para que a pólio seja erradicada, é fundamental que consigamos chegar a todas as crianças, não importa onde estejam."

Este é o segundo desafio que a Fundação Gates apresentou ao Rotary. O primeiro foi em novembro de 2007, quando o Rotary concordou em comparar dólar a dólar a doação de US$100 milhões.

Rotary Clubs do mundo todo estão trabalhando arduamente para vencer o Desafio 200 Milhões de Dólares do Rotary. Desde o anúncio do primeiro desafio da Fundação Gates, os clubes já arrecadaram cerca de US$60 milhões. Seu compromisso é a maior razão de o segundo desafio ter sido proposto e aceito. O Rotary convida todos a colaborar. Visite o site http://www.rotary.org/en/EndPolio/Pages/ridefault.aspx ou http://www.rotary.org/pt/serviceandfellowship/polio/pages/ridefault.aspx e contribua ao Desafio 200 Milhões de Dólares do Rotary. Assista vídeos e veja fotos em www.thenewsmarket.com/rotaryinternational.

Enviado por Luiz Carlos em Qua, 28/01/2009 - 08:32 , em

O mês de outubro, em Rotary International, é dedicado aos Serviços Profissionais. Assim sendo, em sua Reunião Plenária de 21/10/2008, o Rotary RJ Ilha do Governador homenageou o médico ginecologista e obstetra de alto risco, Dr. Marcelo de Toledo Fernandes Terrigno. O Dr. Marcelo, ex-morador da Ilha do Governador em sua juventude, é hoje um dos grandes especialistas em situações de gestação de alto risco, no Rio de Janeiro.
A proposta aprovada pelo Conselho Diretor do Clube para homenagear o Dr. Marcelo foi apresentada pelo Companheiro Luiz Carlos Dias, como forma de reconhecimento pelos desdobrados serviços e atenções dispensados à nora do referido Companheiro, Luciana, visto que, aos três meses de gravidez ficou constatado pelo então médico assistente que o feto possuía órgãos internos expostos e que a possibilidade de sucesso na gestação seria praticamente impossível.
Mas, como diz nosso Companheiro Paulo Pires, "nada acontece por acaso". Dias antes de ter recebido a notícia do médico, o jovem Sandro Luiz, filho do Companheiro Luiz Carlos, e pai da criança em gestação, encontrou-se, em almoço, com um Amigo que não via há mais de dez anos. Quem era o Amigo? O Dr. Marcelo de Toledo Fernandes Terrigno. Na ocasião, o Dr. Marcelo lembrou que havia cursado medicina, com especialização em ginecologia e obstetrícia, tendo optado por obstetrícia de alto risco.
Ao receber a notícia do então médico assistente, o jovem Sandro Luiz lembrou-se imediatamente do almoço e telefonou para o Amigo, Dr. Marcelo. Este, prontamente entendeu o caso, tendo solicitado a presença de Luciana (esposa de Sandro) em seu consultório. Resultado: após conversas e exames de rotina o Dr. Marcelo resolveu assumir o caso, sem promessas, mas comunicando ao casal que, com Fé, iria fazer o seu melhor para levar a gravidez a bom termo. Foram meses de tensão com exames constantes e tratamento adequado.
Chegou a hora do parto, dentro dos prazos normais. Sucesso! Decorrência do problema existente, a jovem Maria Luiza veio à luz e imediatamente foi encaminhada ao centro cirúrgico da Maternidade Perinatal, para cirurgia, com a finalidade de reinserir os órgãos na cavidade abdominal. Tudo ocorreu com êxito! Hoje, Maria Luiza leva sua vida com cuidados, mas normal.
Cabe destacar que todo o acompanhamento e o trabalho desenvolvido pelo Dr. Marcelo, até o parto, não acarretou qualquer remuneração, demonstrando o quão afinado com o Lema principal de Rotary está este jovem e dedicado médico: "Dar de Si, antes de pensar em Si".
Em razão de todo o ocorrido, essa é a singela homenagem do Rotary RJ Ilha do Governador ao Dr. Marcelo. Que Deus o abençoe e continue guiando seus passos.
Na ocasião, o Rotary RJ Ilha do Governador prestou homenagem à Dra. Ana, pediatra, esposa do Dr. Marcelo, que participou da equipe que acompanhou o nascimento de Maria Luiza.
Seguem fotos da solenidade de homenagem ao Dr. Marcelo, um jovem, com certeza, pronto a servir à Humanidade.

 

Cpo. Sylvio Regalla homenageia Dr. Marcelo

Presidente Ubirajara e Cpo. Regalla entregm placa alusiva ao evento

Presidente Ubirajara e Cpo. Regalla entregam Diploma de Reconhecimento Profissional

Sra. Helenice entrega mimo para a esposa do Dr. Marcelo, Dra. Ana

Casal Sandro Luiz e Luciana participam da homenagem ao Dr. Marcelo

Enviado por Luiz Carlos em Qua, 22/10/2008 - 09:42 , em

No dia 7 de setembro de 2008 reuniram-se nas dependências da Escola Especial Rotary Club, na Ilha do Governador, Companheiros Rotarianos do Rotary RJ Ilha do Governador e do Rotary RJ Jardim Botânico, para, cumprindo calendário Rotário, realizar Fórum Conjunto da Comissão de Administração do Clube, presidida pelos Companheiros Sylvio Augusto Regalla (pelo Rotary Ilha do Governador) e Martin Szydlow (pelo Rotary RJ Jardim Botânico).
O Fórum teve como Expositor o Companheiro Nilton José Amaral, do RC RJ Jacarepaguá, Governador do Distrito 4570 no período 2002-2003, sendo Moderador o Companheiro Ricardo Barboza, também do RC RJ Jacarepaguá.
O evento teve boa presença, contando com a participação de 44 pessoas, entre Rotarianos e Convidados, destacando-se as presenças dos Governadores do Distrito 4570 Wilmar Garcia Barbosa, do R RJ Jardim Botânico, período 1997-1998, com o Lema Rotário Mostre que Rotary se Interessa, Nilton José Amaral, do RC RJ Jacarepaguá, período 2002-2003, com o Lema Rotário Plante Sementes de Amor, Salvador da Costa Marques, do R RJ Jardim Botânico, período 2004-2005, período em que foi celebrado o centenário de Fundação de Rotary, com o Lema Rotário Celebremos Rotary e Álcio Augusto Casper de Athayde, Governador Eleito para o período 2009-2010.
A abertura do Fórum foi feita pelo Presidente Realizador dos Sonhos, do R RJ Ilha do Governador, Antonio Ubirajara Santos que, após solicitar aos presentes que saudassem respeitosamente o Pavilhão Nacional, passou a palavra ao Companheiro Luiz Carlos Dias, Diretor de Protocolo do R RJ Ilha do Governador, que apresentou a mesa diretiva do Fórum, passando a palavra ao Companheiro Paulo de Souza Pires, Diretor Adjunto da Comissão de Administração do Clube, no R RJ Ilha do Governador, que deu início aos trabalhos do Fórum informando que o R RJ Ilha do Governador está implementando, em caráter experimental, em suas Reuniões Plenárias, a apresentação de Projetos e Atividades em andamento no Clube pelo Companheiro que tem a atribuição de conduzir a Comissão objeto da Reunião Plenária, tornando assim possível, que todos os Companheiros tomem ciência da evolução de cada projeto, tire suas dúvidas e acrescente sugestões relevantes, pois afinal, o projeto é do Clube, e não da Comissão. Informou ainda que, embora no início, a iniciativa vem alcançando seus objetivos. Em seguida passou a palavra ao Governador Nilton José Amaral para sua exposição.
O Expositor apresentou sua visão sobre a administração de um Clube de Rotary, registrando que, com a implantação do PLC (Plano de Liderança de Clubes) passou a ser importante para o sucesso administrativo do Clube que haja uma completa integração da Comissão de Administração com a Secretaria, Tesouraria e Diretor de Protocolo. Acrescentou mais que, também as atividades da Comissão de Desenvolvimento do Quadro Associativo devem estar em consonância com as atividades da Comissão de Administração, visando manter os atuais Companheiros do Clube interessados naquilo que o Clube vem desenvolvendo, com vistas, principalmente à participação dos sócios mais recentes no Clube, fomentando assim, e cada vez mais, a retenção dos associados mais recentes e, até mesmo, dos mais antigos.
Nilton Amaral falou também sobre a administração do Distrito, que deve ter maior aproximação aos Clubes de forma a manter a integração e a união dos Clubes, com atenção especial para aqueles Clubes que, por alguma razão, enfrentam dificuldades momentâneas.
Em seguida Nilton Amaral solicitou ao Moderador Ricardo Barboza que apresentasse quadro contendo organograma das diversas Comissões de um Clube de Rotary e suas correlações com as antigas (mas que não deixaram de existir) Avenidas de Serviços. O Moderador fez uma breve explanação utilizando o quadro, tendo suscitado algumas ponderações por parte dos presentes e que foram esclarecidas pelo Companheiro Ricardo.
A seguir foi iniciado o período de debates com intensa participação dos presentes, inclusive dos Governadores Wilmar, Salvador e Álcio. Dos debates foram tiradas algumas conclusões/sugestões, dentre as quais podemos mencionar:
- o CER - Centro de Estudos Rotários deve ser mais bem utilizado como um Centro de Capacitação em assuntos Rotários e não como um ambiente onde são apresentadas palestras interessantes, sobre assuntos diversos, contendo pouca, ou nenhuma instrução Rotária;
- como toda instituição, seja ela grande ou pequena, o Distrito e os Clubes devem seguir um organograma otimizado que facilite a operação de cada Unidade.
- os Boletins Semanais dos Clubes devem ser instrumento de ampla divulgação, por ser o veículo que mostra o que cada Clube de Rotary vem desenvolvendo em benefício das comunidades; deve ser estimulada a participação de todos os companheiros com a oferta de artigos, assuntos diversos para inserção no Boletim Semanal.
- foi levantada a questão da saída de associados dos Clubes, e a necessidade de identificação das razões que levam a tal ocorrência. Foi então lembrado que o desconhecimento do que seja Rotary e das atividades e procedimentos pode ser uma das muitas razões da desistência de associados, sendo necessário buscar formas criativas para retenção dos associados no Clube;
- foi mencionado que alguns Distritos no exterior (Texas e San Jose del Estero, Argentina) identificaram a falta de capacitação em assuntos Rotários como fator relevante na saída de associados. Em razão disso, promoveram a criação das chamadas Escolas de Instrução Rotária, com produção de farta documentação e distribuição aos associados, inclusive pela Internet.
Encerrados os debates e elencadas as sugestões/recomendações, o Expositor, Moderador e Diretor Adjunto da Comissão de Administração do Clube, no R RJ Ilha do Governador fizeram seus pronunciamentos finais, agradecendo a participação e interesse de todos demonstrados durante a realização do Fórum.
Finalmente a palavra foi cedida ao Presidente Perácio Correa, Realizador dos Sonhos, do RC RJ Jardim Botânico, quem teceu as considerações finais sobre o Fórum, agradeceu a vários do presentes por suas participações e deu por encerrado o Fórum, solicitando a todos que, de pé e respeitosamente, saudassem o Pavilhão Nacional.

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 08/09/2008 - 13:00

Posse 2008-2009Em evento ocorrido ontem, 24/06/2008, no Salão de Festas Novos Ventos, na Ilha do Governador, foi empossado o Companheiro Antonio Ubirajara Santos na presidência do Rotary RJ Ilha do Governador, para o período 2008-2009. A reunião festiva teve sua abertura realizada pelo Companheiro Presidente 2007-2008, Marcos Antonio Alves, que solicitou a todos os presentes que de pé, e respoitosamente, entoassem o Hino Nacional Brasileiro e, em seguida, saudassem a bandeira brasileira e as demais que compõem a panóplia do Clube. Na mesma ocasião tomou posse o Conselho Diretor para o novo período Rotário, assim composto: Vice-Presidente - Umberto Riente; Secretário - Sérgio Maurício Fabri; Tesoureiro - Edson Barbosa de Freitas; Diretor de Protocolo - Luiz Carlos Dias; Diretor de Companheirismo - Hélio Capella Velasco; Último Presidente - Marcos Antonio Alves e Próximo Presidente - Eunice Ferreira Caldas. A reunião festiva pela transmissão de cargo foi prestigiada por grande número de participantes, contando com as presenças de Rotarianos, Convidados e membros da comunidade insulana, tendo sido registrada a presença total de 124 pessoas, incluindo-se a participação de governadores anteriores e futuros do distrito 4570, governadores-assistentes, presidentes de Clubes de Rotary e autoridades civis. Treze Clubes de Rotary se fizeram representar na ocasião. O presidente Antonio Ubirajara outorgou títulos de Sócios Honorários àquelas pessoas que já prestaram relevantes serviços ao Rotary RJ Ilha do Governador e à causa Rotária. Como parte do protocolo da reunião, o Companheiro Luiz Carlos Dias fez a saudação ao presidente Marcos Antonio Alves, que deixava o cargo, enquanto o Companheiro Paulo de Souza Pires saudou o presidente empossado, Companheiro Antonio Ubirajara. Após as respectivas saudações os presidentes 2007-2008 e 2008-2009 proferiram palavras alusivas a seus períodos. O momento da reunião que marcou a transmissão de cargo foi celebrado com a última badalada no Sino Rotário pelo presidente 2007-2008, Marcos, pela troca de distintivos entre os Companheiros Marcos Antonio Alves e Antonio Ubirajara Santos, seguido da entrega, feita pelo presidente empossado ao presidente que deixava o cargo, de miniaturas dos símbolos maiores de Rotary, o Sino e o Martelo. Em seguida ocorreu a tradicional e tão esperada primeira badalada do Sino, pelo presidente empossado, Antonio Ubirajara Santos. Dentre as homenagens, foram registradas entregas de mimos e flores pelas primeiras-damas 2007-2008, Kátia, esposa de Marcos Antonio, e 2008-2009, Cidaura, esposa de Antonio Ubirajara, às esposas de Comapnheiros e senhoras presentes ao evento. Ao encerramento da reunião o presidente Antonio Ubirajara Santos solicitou aos presentes que de pé, e respeitosamente, entoassem o Hino à Bandeira e, ao final, saudassem a bandeira brasileira e as demais que compõem a panóplia do Rotary RJ Ilha do Governador.

Enviado por Luiz Carlos em Qua, 25/06/2008 - 11:02 , em