Rotary RJ Ilha do Governador

O Rotary Faz a Diferença

Cinco principais razões para contribuir à Fundação Rotária

Você, que ainda não se convenceu de que doar à Fundação Rotária é uma oportunidade de bem servir, veja abaixo a matéria escrita por Antoinette Tuscano, publicada em Notícias do Rotary International de 5 de outubro de 2010. 

Existem inúmeras razões para apoiar a Fundação Rotária e fazer o bem no mundo.

 Ao contribuir à Fundação, você apoia as seis áreas de enfoque, as quais ajudam a promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio de apoio a iniciativas de melhoria da saúde, da educação e do combate à pobreza. Através da iniciativa Todos os Rotarianos, Todos os Anos, a principal fonte de financiamento dos programas da Fundação, você se torna um contribuinte especial ao doar US$100 todo ano.

Aqui estão alguns exemplos de como suas contribuições fazem a diferença:

 Ao contribuir à Fundação, você ajuda a promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio de apoio a iniciativas de melhoria da saúde, da educação e do combate à pobreza. Rotary Images

5. Combate à fome

Na Romênia, órfãos e crianças doentes recebem leite, ovos e carne devido a um projeto subsidiado pela Fundação que auxilia fazendeiros locais.

Fundos são fornecidos para que comprem tudo o que precisam, de ração para animais a materiais para embalagens, contanto que parte da produção da fazenda seja doada a hospitais infantis, escolas e orfanatos.

No Alasca, EUA, o Rotary Club de Anchorage East também vem combatendo a fome através da distribuição de alimentos a famílias de baixa renda.

Projetos como estes estão relacionados às áreas de saúde materno-infantil, e desenvolvimento econômico e comunitário.

4. Redução da taxa de mortalidade infantil

Os Rotary Clubs de Jaela-Kandana, Sri Lanka, e Madras Northwest, Índia, estão ajudando a reduzir o índice de mortalidade infantil através da construção de instalações sanitárias para 15 famílias em uma pequena comunidade no Sri Lanka. Com fundos de um Subsídio Equivalente da Fundação Rotária, os clubes já construíram 14 banheiros, ajudando a prevenir diarreia e outras doenças relacionadas à falta de saneamento.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 1,8 milhões de crianças morrem de diarreia por ano, a segunda maior causa de mortes de crianças menores de cinco anos. O saneamento apropriado pode reduzir a taxa de mortalidade infantil em até um terço em muitas comunidades. A terceira área de enfoque engloba recursos hídricos e saneamento.

3. Promoção de paz e resolução de conflitos

Testemunhar a destruição causada pela guerra civil em sua terra natal, Costa do Marfim, fez com que Kouame Remi Oussou, bolsista Rotary pela Paz, desenvolvesse um grande interesse pela resolução de conflitos.

Ele agora trabalha no Programa das Nações Unidas para o DesenvolvimentoLeia mais sobre Oussou. na República Centro-Africana, um país que costumava vivenciar conflitos internos periodicamente antes de um acordo de paz entrar em vigor em 2007.

Os bolsistas Rotary pela Paz são líderes na promoção da cooperação nacional e internacional, paz e resolução de conflitos. Contribua aos Centros Rotary pela Paz. Paz e prevenção/resolução de conflitos é a primeira área de enfoque. Leia o que quatro bolsistas têm a dizer sobre a paz.

2. Educação básica e alfabetização

A educação ajuda a reconstruir vidas, seja em pequenas cidades rurais ou em países destruídos por guerras. Um projeto de alfabetização patrocinado por rotarianos americanos e pela International Reading Association (IRA) está ajudando refugiados sudaneses a fortalecer suas comunidades, capacitando-os para ensinar futuras gerações.

A Southern Sudan Teacher Training Initiative treina e orienta refugiados da guerra civil do país, que já dura décadas, para ensinarem alunos do ensino básico ao fundamental. "As pessoas que retornam dos campos de refugiados para reconstruir suas vidas em Duk County têm muita vontade de aprender", diz John Dau, refugiado e fundador da John Dau Foundation. Saiba mais sobre o projeto.

1. Erradicação da pólio

No mundo todo, rotarianos estão realizando caminhadas, mergulhando em águas geladas e participando de vários tipos de eventos de arrecadação de fundos para ajudar o Rotary a cumprir sua promessa de erradicar a pólio. Si Burgher, por exemplo, do Rotary Club de Bloomfield, EUA, arrecadou cerca de US$1.600 ao raspar sua sobrancelha.

Em 1985, o Rotary lançou o programa Pólio Plus e, desde então, a erradicação da pólio tem sido a prioridade da organização. Faça sua contribuição e nos ajude a eliminar a pólio.

Enviado por Luiz Carlos em Sáb, 06/11/2010 - 11:05 , em