Rotary RJ Ilha do Governador

O Rotary Faz a Diferença

Navegando para um novo recorde

Donna Polydoros, na publicação Rotary International News, de 6 de abril de 2009 nos apresenta a história de Geoff Holt, um navegador quadriplégico e o suporte que clubes de Rotary da Grã-Bretanha dão a ele.

Depois de se tornar o primeiro iatista quadriplégico a circundar sozinho a Grã-Bretanha, o Rotariano honorário Geoff Holt já está planejando sua próxima jornada épica: uma viagem de navegação independente através do oceano Atlântico.

"Imagino que muitas pessoas portadoras de deficiência tenham se inspirado no que fiz", disse Holt que passou amaior parte de sua vida com um leme nas mãos, tanto antes quanto depois de ficar pralítico com 18 anos em consequência de uma cidente quando mergulhava.

Holt completou a jornada de 109 dias e 1.445 milhas em torno da Grã-Bretanha, em 5 de setembro de 2007, exatamente vinte e três anos depois de ficar paralítico.

Em 2008, Holt escreveu Walking on Water, uma narrativa de sua vida, intercalada com passagens de sua viagem. Ele descreve as contribuições que os quarenta e cinco clubes de Rotary, britânicos, deram para sua viagem, bem com a forma como os clubes em praticamente todos os portos por onde passou, voluntariamente, colocaram serviços e apoio logístico para ele e para sua equipe de apoio.

"Onde chegávamos, sempre havia um Rotariano nos aguardando para ajudar. E eles não eram idosos como meu avô!" disse Holt. "Na realidade eles representavam pessoas verdadeiramente amigas que compreendiam o objetivo e o que representava a viagem  para as áreas em que viviam."

O Rotary Club of Hamble Valley, Hampshies, England, presenteou Holt com um título de Reconhecimento com Companheiro Paul Harris, em 2008. Holt, um membro honorário do clube, regularmente apresenta palestras em clubes de Rotary sobre sua vida e sua viagem, superando barreiras para tornar os sonhos uma realidade.

Em dezembro ele planeja iniciar uma viagem na qual buscará se tornar o primeiro quadriplégico a atravessar o Atlântico. Ele empreenderá a viagem em um catamarã especialmente adaptado que utiliza tecnologia push-button. Embora ele vá realizar toda a viagem sozinho, uma equipe de assistência irá ajudá-lo nas tarefas do dia a dia, tais como tomar banho e entrar e sair de sua cadeira.

Holt usará a viagem para apoiar a Ellen MacArthur Trust, que oferece oportunidades de navegação a crianças com cãncer. 

Enviado por Luiz Carlos em Seg, 06/04/2009 - 11:56 , em