Rotary RJ Ilha do Governador

Rotary a Serviço da Humanidade

Mensagem do Presidente de Rotary International

Caros Rotarianos,

Rotary é muito mais do que a soma das partes que o compõem. Toda ação que traz em seu bojo a chancela rotária — como as atividades de clube e distrito, bolsas de estudos, intercâmbios e a variada miríade de projetos humanitários — serve a propósito único. Nosso vigor emana da rica diversidade que nos caracteriza, presente na singularidade de cada clube.
Em uníssono, mostramos ao mundo que um futuro promissor e justo é possível em qualquer lugar onde a generosidade, aceitação das diferenças e altos valores morais não sejam obstáculos mas, sim, o caminho para o sucesso.
Em um mundo sedento de cooperação entre os países e de tolerância com relação ao semelhante, em que a ética sofre constantes desacatos, fatores esses que impedem o advento pleno da paz, Rotary brilha como estandarte fulgurante de solidez, integridade, engajamento e voluntarismo internacional.
O lema para 2006-07, Mostremos o Caminho, reflete minha crença no poder dos rotarianos de transformar o mundo. Movidos pelo mesmo ideal, 1,2 milhão de homens e mulheres irá Mostrar o Caminho para um amanhã farto e iluminado, com muito companheirismo e prestação de serviços.
O mundo precisa de heróis, não de celebridades. Somos pessoas comuns com vidas atribuladas, mas que ainda procuram dar o melhor de si. Sem alarde, de inúmeras maneiras, em Rotary nos esforçamos para fazer deste um mundo melhor, mais saudável e seguro. Estou convicto que, como rotarianos, devemos desempenhar o serviço que é necessário, em vez de nos lançarmos a atividades movidos por emoções pessoais. Temos que identificar as carências reais e trabalhar dentro de parâmetros de flexibilidade e cooperação. O serviço rotário não pode seguir uma mão única, pois toda iniciativa deve se valer de parcerias estabelecidas por pessoas desejosas de cooperar.
Existem problemas enormes globalmente. Como rotarianos, nosso primeiro impulso é tentar resolver todos eles mas, partindo de um ponto de vista prático, sabemos que a energia tem de ser canalizada para onde será melhor aproveitada. Por essa razão, escolhi como ênfases para 2006-07 gerenciamento hídrico, alfabetização, saúde e combate à fome, e família rotária.
Fora do meio rotário, não há muita consciência quanto à escassez de água potável que castiga a população dos países em desenvolvimento. Se uma catástrofe natural ceifasse as vidas de 6.000 crianças menores de cinco anos em um único dia, certamente a notícia seria manchete. Mas o triste é saber que diariamente cerca de 6.000 crianças morrem por doenças trazidas por água contaminada. Essa situação pode ser tratada eficazmente com projetos locais de pequeno porte, a exemplo do que já vem ocorrendo há anos graças à atuação dos rotarianos. Incentivo todos os clubes e distritos a explorar mais as oportunidades de servir nessa seara, para bem prover água potável onde houver carência do precioso líquido.
Por ter nascido em uma família de ávidos leitores, é natural que as letras sempre tenham exercido um grande fascínio sobre mim. Seu valor para a sociedade não tem preço. Um povo educado é essencial para a estabilidade e prosperidade da nação. O país educado tem o potencial de quebrar o ciclo de pobreza e legar uma vida mais risonha e decente às futuras gerações. A luta contra a ignorância e analfabetismo tem sido uma prioridade de muitos presidentes do RI. Certamente o será para mim e espero que continue a sê-lo no futuro.
Saúde e combate à fome são enfoques que caracterizam grande parte das atividades de Rotary Clubs. Projetos nessas áreas são o cerne do serviço rotário, e foi através deles que chegamos ao programa Pólio Plus. Por sinal, não podemos baixar a guarda até que a poliomielite tenha sido definitivamente erradicada. É primordial que continuemos a ser atuantes nos setores da melhoria da saúde e do combate à fome, serviços símbolos da organização mundialmente.
Em 2006-07, valorizarei mais que nunca a família rotária, pedindo a todos que a compõem que se tratem com o respeito e carinho que merecem. Programas para a juventude, como o Intercâmbio de Jovens, Interact e Rotaract são essenciais para garantir a robustez futura do Rotary. Esses também promovem os ideais da entidade, instilando um senso de integridade, tolerância e altruísmo nas gerações vindouras. Não nos esqueçamos que, ao cuidar da família rotária, estamos também fortalecendo o próprio Rotary.
Em 2006-07, pedirei aos rotarianos que enfoquem sua atenção nas possibilidades que o Rotary lhes abre e naquelas que eles descortinam para a entidade. Juntos, Mostremos o Caminho para alcançar patamares ainda mais elevados. Juntos, continuemos a identificar as reais necessidades, cooperar com as comunidades e instituições e zelar para que essas necessidades sejam tratadas de forma prática e sustentável, não através de idealismo, mas de forma pragmática, com bastante determinação e conhecimento de causa.
Como rotarianos, sabemos que não basta apenas sonhar com um mundo melhor. O advento deste só virá se houver planejamento cuidadoso, cooperação honesta e trabalho árduo.
Como rotarianos não esperemos as coisas acontecer. Juntos, Mostremos o Caminho.
 

W.B. (Bill) Boyd
Presidente do Rotary International em 2006-07

Enviado por Luiz Carlos em Qui, 13/07/2006 - 11:02